Todas as versões do Windows atingidos por vulnerabilidades “críticas” de segurança

A Microsoft corrigiu uma vulnerabilidade de segurança crítica que afeta todas as versões suportadas do Windows.

A empresa disse em um comunicado de segurança que todos os usuários do Windows 10 e anteriores devem corrigir o mais rápido possível para evitar que os atacantes explorem uma falha no modo como o sistema operacional lida com gráficos e fontes.

O patch corrige quatro vulnerabilidades distintas – o pior que poderia permitir que um invasor instalar malware em um computador afetado.

A falha não é pensado para ter sido explorada ativamente na natureza, disse a empresa.

É a quarta remendo até agora este ano, que afetou a cada versões suportadas do Windows. A Microsoft atualmente patches do Windows Vista e versões posteriores – incluindo o seu mais recente sistema operacional, o Windows 10 – mas deixa milhões de usuários sem suporte do Windows XP em risco de infecção.

A Microsoft disse que tinha emitido oito boletins no total, remendar dezenas de vulnerabilidades no Windows e Office 2007 e posterior. Dois desses remendos incluem correções para o Internet Explorer e sua mais recente do navegador, a Microsoft Borda para o Windows 10.

placas de Maio estará disponível através dos canais de actualização habituais.

Chrome para iniciar conexões HTTP rotulagem como não segura

O custo de ataques ransomware: $ 1 bilhão este ano; Chrome para iniciar conexões HTTP rotulagem como não segura; O Projeto Hyperledger está crescendo a todo o vapor; Agora você pode comprar um stick USB que destrói tudo em seu caminho

O Projeto Hyperledger está crescendo a todo o vapor

Agora você pode comprar um stick USB que destrói tudo em seu caminho

O custo de ataques ransomware: $ 1 bilhão este ano

Segurança; Chrome para iniciar conexões HTTP rotulagem como não segura; segurança; O Projeto Hyperledger está crescendo a todo o vapor; segurança; Agora você pode comprar um stick USB que destrói tudo em seu caminho; segurança; O custo de ataques ransomware: $ 1 bilhão este ano